Tags

, , , , , , , ,

Termostato é um pequeno aparelhinho que fica na parede, próximo ao interruptor da luz, e que serve para controlar a temperatura de um cômodo. 100% das casas têm termostato. Na verdade não só um, mas vários espalhados pela casa. Basicamente 1 em cada cômodo.

Como do lado de fora pode fazer um frio literalmente polar, sem aquecimento dentro das casas as pessoas provavelmente morreriam. Então toda casa no Canadá é bem quentinha por dentro, graças a estes benditos aparelhos.

Na realidade não são os termostatos que aquecem o ambiente. O aquecimento é feito por outro aparelho, que fica embaixo de cada janela. Nem sei se existe um nome em português para isto, mas a tradução literal é “rodapé elétrico”. Na foto abaixo você entenderá porquê.

Rodapé elétrico

Rodapé elétrico

Existem outros tipos de aquecimentos, mas este é o mais comum. Ele é composto de dezenas de placas de metal que esquentam e aquecem o cômodo até a temperatura desejada.

Para que você não tenha que ligar e desligar o aparelho repetidamente para manter uma temperatura confortável, existem os termostatos, que fazem este trabalho por você.

É simples. Basta regular para a temperatura que você deseja, geralmente entre 20 e 22 graus, e ele se ocupa de ligar e desligar o aquecedor.

Existem vários modelos de termostato. Mas basicamente são 3 tipos:

1. Analógico

É o mais simples. Você gira um botão igual das TVs antigas até a temperatura que quiser. O sistema de medição da temperatura é mecânico. Sempre que ele liga ou desliga você ouve um “click”. A vantagem é que ele é barato, mas não é tão preciso nem versátil.

Termostato analógico

Termostato analógico

2. Termostato simples digital

A diferença deste é que tem um visor digital que mostra a temperatura atual ou a que você quer regular. Fora isso, nada de mais.

Termostato digital

Termostato digital

3. Termostato digital programável

Este é que é legal, pois você pode programar diferentes temperaturas para diferentes horários e dias da semana. Assim, você pode programá-lo para abaixar a temperatura por volta das 8h, quando você sai de casa, e subi-la de novo às 17h30, por exemplo. Aí, quando você chegar do trabalho, a casa está quentinha de novo. Você pode ainda abaixar a temperatura à noite, manter estável no final de semana, etc. É bem versátil. Muito útil. E cada cômodo da casa pode ter sua programação. No porão, por exemplo, você pode deixar mais frio, já que é uma parte menos frequentada da casa.

Termostato programável

Termostato programável

Todas estas opções, é claro, ajudam a economizar energia, afinal não é necessário deixar a casa toda a 22 graus durante todo o dia sem ninguém presente. Mesmo assim, é importante deixar a temperatura em pelo menos 15 ou 16 graus, mesmo quando não tem ninguém em casa, pois sem aquecimento os canos podem congelar e estourar.

O termostato programável é fundamental em casas grandes. Imagina você ter que ajustar a temperatura de uns 15 termostatos antes de sair de casa, quando voltar, quando for dormir, quando levantar, etc. É um trabalho que este termostato pode fazer por você.

Modelo que tem aqui em casa

Modelo que tem aqui em casa