Tags

, , , , , , , , , , , ,

Hoje vou falar de algo que interessa a 100% dos futuros imigrantes: despesas!

No nosso país, nossa cidade, nosso bairro, sabemos de cor o preço de tudo. Sabemos se está caro ou barato. O que cabe e o que não cabe no orçamento.

Mas e quando vamos mudar de país, sem renda e precisamos fazer todos os cálculos? Quanto custa cada coisa? É complicado estimar sem conhecer. Então aqui vão algumas pistas para ajudá-los com os cálculos. Aviso que tudo depende do padrão de vida, frescura, hábitos e manias de cada um. Isto é apenas uma referência! Preços em dólares canadenses.

1. Aluguel

Normalmente o imigrante recém-chegado irá morar de aluguel. E quanto custa um aluguel no Canadá? Bom, esta pergunta não tem resposta, pois os preços variam monstruosamente de uma cidade para outra. Vou dar uma idéia dos preços para Montréal, que é uma das mais baratas entre as grandes cidades.

Um apartamento de 2 quartos pode custar de $500 (se você for morar em Laval e longe do metrô) a $2000 (se você for murar na Rue Crescent, coração de Downtown). No meio termo, com $1000 mensais você consegue um ótimo apartamento num bairro perto do centro e com metrô. Exemplos de bairros assim: Verdun, Côte-des-Neiges, Hochelaga Maisonneuve.

No valor do aluguel normalmente já estão inclusos os impostos municipais (“IPTU”), condomínio (se for o caso) e água. Aquecimento (que em geral é elétrico) e eletricidade são por conta do locatário. Uma pequena parte dos aluguéis inclui a eletricidade.

Não esqueça que estes valores são para Montréal. Qualquer outra cidade grande provavelmente será mais cara.

2. Conta de eletricidade

A energia no Canadá é muito barata comparada com o Brasil. Mas não esqueça que você irá consumir muito mais energia aqui, especialmente no inverno. Então esta é uma despesa importante.

Existem diversas formas de cobrança: mensal, bimestral, trimestral, fixa, variável, etc. Num mês de verão, sem ar-condicionado, um casal gasta cerca de $50 com eletricidade. Mas no inverno esta despesa pode chegar a $300/mês se o aquecimento for elétrico. É uma variação bem grande.

Consumo mensal de eletricidade

Consumo de eletricidade durante o ano

Para evitar surpresas e não se deparar com uma “continha” de 300 dólares, sugiro fortemente que você faça um plano de parcelas fixas. Neste caso, você paga, por exemplo, $70 mensais fixos. Todo mês o mesmo valor. Quem calcula este valor é a própria companhia, segundo o histórico de consumo da residência. No final de 1 ano, eles fazem um acerto. Se você consumiu menos do que $70×12, eles devolvem o dinheiro. Se consumiu mais, você recebe uma nova fatura. Mais fácil de controlar as despesas.

Na Hydro-Québec, companhia de energia do Québec, funciona assim. Creio que em todo o país seja semelhante. Mas as tarifas de luz podem variar de uma província para outra.

3. Supermercado

Bom, aqui estou falando de supermercado. Estão fora desta conta as refeições em restaurante, que podem ser bem caras.

No caso da alimentação, o hábito faz toda a diferença. Assim como o supermercado onde você faz as compras.

No nosso caso, gastamos $400 por mês, ou seja, $200 por pessoa, com hábitos alimentares “normais” + produtos de limpeza e higiene. No primeiro mês, preveja gastar pelo menos o dobro, pois você precisará dar uma abastecida inicial na casa. Caso o apartamento não seja equipado, preveja ainda gastos com pratos, talheres, copos, toalhas, lençóis, etc.

As comidas em geral são mais baratas ou custam o mesmo que no Brasil. O bom é que a maioria delas não tem imposto. Mas algumas coisas são mais caras que no Brasil, por exemplo: frango, algumas frutas, leite, queijo e frios em geral.

Algumas dicas para economizar:

a) utilize os cupons de desconto (clique aqui e veja como consegui-los).

b) Supermercados para ficar longe: Metro, IGA, Provigo, Loblaws. Salvo alguma promoção específica, eles são muito caros.

c) Supermercados ótimos: Walmart, Target, Super C e Maxi.

d) Farmácias são quase como supermercados: têm de tudo e muitas vezes podem ter boas promoções: Fique de olho na Pharmaprix, Uniprix e Jean Coutu.

e) Normalmente as promoções são renovadas na quinta-feira. Na quarta-feira você pode entrar no site circulaires.com e ver todas as promoções da semana atual e da próxima. Aí você decide se compra um produto x na quarta ou na quinta. Pode fazer a diferença no final do mês também!

f) Acostume-se com pelo menos um dos hábitos norte-americanos: comprar coisas grandes!

Se você não abre mão de refeições fora de casa, saiba que vai gastar. Tirando fast-foods, os restaurantes são caros. E no final, você precisa pagar 20% de caixinha pro garçom e 15% de imposto!

créditos: yahoo

habitação e alimentação pesam mais

4. Transporte

Transporte coletivo é a melhor opção para um recém-chegado. Montréal tem um dos mais baratos, se não for o mais barato do Canadá. Com $82.00 por mês (verifique valor atualizado no link abaixo), você pode utilizar ônibus e metrô à vontade. Cuidado se você resolver morar em cidades vizinhas (Laval e Longueuil, por exemplo). Você economiza no aluguel mas pagará mais caro no transporte. Veja o post sobre o transporte de Montréal.

5. Celular

Você vai precisar de um número de telefone. Preveja este gasto, pois aqui não existe uma opção “baratinha”. Recomendo prever uns $50 por linha por mês. Veja dicas aqui.

6. Despesas Inesperadas

Elas sempre aparecem. São aqueles gastos que você nunca iria prever.

Dou um exemplo: quando você vai tirar a carteirinha do sistema de saúde, precisa levar uma foto 4×5, se não me engano. Mas precisa ter um carimbo com a data, nome do lugar que tirou a foto e blablabla. Você vai pagar uns $20 por 2 fotos dessa! Você nunca iria prever isso…

Outro exemplo: quando você compra um chip de celular, paga $10 no chip mais $35 para ativar a linha. Outro gasto “surpresa”.

Coloque na conta, sei lá, uns $100 por pessoa por mês.

créditos: yahoo

não esqueça de uma reserva para “surpresas”

7. Despesas com coisas pessoais

Não viva na miséria… estipule um valor mensal que cada um pode gastar com o que quiser. Uma roupa, um restaurante com amigos, uma viagem, lazer, etc. Não deixe de fazer as coisas que te deixam feliz. Apenas controle-as.

Bom, espero que tenha ajudado nas contas. Mais uma vez, lembro que estes números dependem dos hábitos de cada um e da cidade onde vai morar. É só para ter uma idéia…

Dúvida ou mais detalhes, perguntem abaixo! 🙂

Au revoir!

– créditos das fotos: yahoo.com

 

** Procurou um assunto e não encontrou no blog? Escreva um comentário abaixo com sua sugestão de tema para o próximo post. Sua sugestão será super apreciada! Obrigado!! **

Anúncios